A filosofia budista ensina-nos que a raiz do sofrimento encontra-se na mente humana e na Índia diz-se que “a mente humana funciona como um macaco bêbado picado por uma abelha!”. Então se nos sentimos infelizes, perdidos, doentes ou insatisfeitos com a vida sem entender o porquê, comecemos por trabalhar com esta maravilhosa ferramenta que o Universo colocou ao nosso dispôr: o cérebro! Utilize o cérebro treinando a sua mente, utilize a mente treinando os pensamentos e torne-se no Mestre da sua vida!

Os primeiros passos para educar a mente:

Primeiro Passo: agradeça aos pensamentos (até mesmo os negativos) por terem surgido, aceite-os sem oferecer resistência, sem culpa e sem críticas. Permita que fluam sem tentar reprimi-los caso contrário estará na realidade a dar-lhes ainda mais força e poder sobre si. Um exemplo comum: “Detesto o meu trabalho; este vizinho é insuportável; hoje sinto-me horrível” responda ao pensamento da seguinte forma: “Obrigado pelo teu contributo pensamento”

Segundo Passo: abençoe-os com Amor e diga ao seu pensamento “abençou-te com Amor”.

 

Terceiro Passo: liberte-os em paz e diga ao seu pensamento “liberto-te em paz”.

Esta é uma forma simples e rápida de se libertar dos pensamentos negativos e de impedir que predominem na sua mente. Mais uma vez requer alguma prática mas é possível e produz ótimos efeitos a longo prazo! Tal como quando você vai ao ginásio e faz levantamento de pesos, você sabe que a repetição daquele movimento produzirá um aumento da massa muscular a longo prazo,ainda que não veja o resultado pretendido imediatamente. Neste caso, aqui, você sabe que esta ginástica mental requer apenas atenção plena, (costumo dizer que actuamos como um cão de guarda da nossa mente!) e a longo prazo, ao vigiarmos a nossa mente podemos escolher identificarmos-nos com os pensamentos que nos enaltecem e nos expandem de forma positiva em vez de nos deixarmos arrastar pelo “lixo” que a nossa mente vai produzindo e acumulando.

Como educar a sua mente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading...